sábado, 30 de abril de 2011

The National - Fake Empire


The National, minha banda do momento.

Desculpem queridões, mas hoje o post será bem pessoal. Isso porque no começo de abril eu fui ao show do The National, e muito do que tenho a passar pra vocês sobre a banda está sob influência disso! O show foi tão bom que - eu juro - saí de lá com a impressão de que eles formam a melhor banda do mundo! Claro que isso é bem relativo, mas dá para vocês terem uma ideia do quanto foi bom!
Alguns fatores contribuíram com isso... O fato de eu estar grudado na grade, de eu ter até encostado no cantor (o incrível Matt Berninger), da boa companhia e, claro, dos caras mandarem muito bem ao vivo. Mas o que importa mesmo é o quanto as músicas deles hipnotizam, o quanto elas são lindas e bem trabalhadas. Vou falar disso.

The National é uma banda americana muito querida por lá, e apesar do reconhecimento internacional ser fraco, não tem um lugar que os caras passam aonde eles não encantam. São famosos pelo vocalista barítono Matt Berninger, que tem aquela voz melancólica e grossa, estilo Nick Cave, sabe? A musicalidade da voz do cara é tão boa que praticamente todas as músicas do The National já valem a pena somente pelo vocal. Mas calma lá, não vamos tirar o mérito do resto da banda!
O The National tem um dos melhores bateristas da atualidade, a melodia do teclado é um dos maiores destaques, a guitarra é única, e alguns instrumentos de sopro (não sei dizer se é exatamente um saxofone) costumam dar originalidade às canções.
Eu poderia falar sobre uma música para cada um desses detalhes, mas hoje ficamos apenas com a beleza do teclado que inicia e carrega nas costas a lindíssima FAKE EMPIRE, além de vocês entenderem na prática o que significa essa musicalidade da voz de Matt Berninger, e se arrepiarem com a entrada dos instrumentos de sopro no fim da canção, dando ritmo e uma certa empolgação à melodia. Demais!

Sim, rasguei elogios à banda o post inteiro. Pois quando você quer falar sobre a sua "banda do momento", você quer mostrar que ela é perfeita, independente de suas qualidades e defeitos. Mas cá entre nós, The National é perfeito. Não é?

_____
ps: dedicado à boa companhia do show, o casal Anna e Edu (o cara que tirou a foto acima do Matt durante o show)

12 comentários:

Raíssa G disse...

EU FUI NO SHOW DELES *____* FOI A COISA MAIS LINDA DO MUNDO!
E o Matt Berninger é INCRÍVEL mesmo como vcc falou!
Adorei, the national > all

Bruna M. disse...

Oii, vou ser sincera, nunca tinha ouvido falar na banda, mas fiquei curiosa com a palhinha disponibilizada aqui. Gostei do post. Bjo ;)

luluzinha disse...

AS VESES!
QUANDO VC EXAGERA NÃO COSTUMA A IR MUITO LONGE!!
MAIS UMA PITADA DE REBELDIA AJUDA MUITO DA ADOLESCENCIA E NA JUVENTUDE!!
OBRIGADA POR TODAS AS VISITAS!

Amorzinha :) disse...

Seu viciadinho fofo :)
The National é ótimo mesmo, desde q vc ficou viciado eu tenho ouvido mais... e é impossível ouvir sem lembrar de vc! Lembra q eu te liguei do meio de grey's pra falar q tava tocando "cry baby cry... i'll explain everything to the geeks"
Amei o meu cd :D

beijos
te amo, gatinho!

Mulherzinha disse...

Você esreve mt bem ^^
Acabei de atualizar: http://www.mulherzinhamodeon.com

Aflaudisio Dantas disse...

O Pink Floyd e o Rush sempre foram as bandas do momento para mim.

Claudia Alves disse...

Banda do momento, pra mim, é banda de um loongo momento.
É a banda que te traz músicas certas no momento certo, e por ai vai.
Post bem pessoal, mas não deixa de ser interessante, apesar de essa banda não ser muito a minha cara. gostei bastante
http://www.claudiaalvesinteriores.blogspot.com/

CAMILA DE ARAUJO disse...

Embora eu tenha gostado da melodia, não curti muito a voz do vocalista. Talvez precise escutar mais algumas vezes. Acho que pra esse estilo de voz uma voz forte não basta, ela deve ter um tom próprio, assim como Ian Curtis e Paul Banks.

Pois é. Achava mesmo que The xx fosse banda de fã de crepusculo, por ser declarado, o grupo musical preferido do Robert Pattison, e você sabe como as fãzinhas de crepusculo são histéricas, ne?! Mas ao me permitir ouvir sem pré-conceitos( isso de me despir de conceitos já formulados nas artes em geral, e até em relação as pessoas anda me fazendo descobrir coisas ótimas, se bem que, aplicando ao ser humano, ele não tem muita eficácia, as pessoas cada vez menos me surpreendem positivamente, o que é muito triste)
Só não curti que encontrei pouca coisa do The XX na net :~~

HAHAHAHAHAHAHAH Essa pessoa lê meu blog, então sejamos discretos XD Não é que eu esteja gostando, só me encanta, é alguém que se acontecesse algo, vejo claramente que dariamos super certo pelas inumeras afinidades e também por isso, descobririamos muitas coisas juntas.
Entende? hihihi...

http://www.papel40kg.com/

Vitória disse...

a voz dlee realmente deixa a música especial! procurei mais sobre elews depois de ler seu post, gostei de todas que ouvi

Edson disse...

THE NATIONAL! Muito bom! Conheci eles no lastfm, nem sabia que teria show! xD to cada vez mais descobrindo coisas dessa banda, são ótimos.....

Paula disse...

Minha banda favorita é lifehouse (alias foi pesquiisando por eles que cheguei no blog), e minha banda do momento é daughtry, conhece? bjs

Lou James disse...

Salve Gabriel!
A "banda do momento", foi um termo muito bem empregado por ti nesse post.
Afinal, THE NATIONAL, apesar da boa fase e da qualidade do trabalho ainda precisa escalar os degraus do mainstream p/ se tornar a "banda definitiva" e entrar p/ a lista dos eternos.
Gosto muito da canção "Terrible love" e a voz de Matt Berninger realmente é sensacional.
Abrç.

Postar um comentário