segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Lifehouse - Blind


Olá queridões.
Com esse post, Lifehouse acaba de entrar pro almejado ranking de bandas que já foram comentadas no meu blog três vezes ou mais!! (ohhhhh) que honra para eles, não?
Bem, já falei que eles servem como meu "life's soundtrack", já despejei elogios nos acústicos deles, e dessa vez eu vim falar sobre como funciona a guitarra de Lifehouse.
Muita gente tem uma visão de que a guitarra tem exclusiva função de criar solos alucinantes ou tornar uma música mais pesada. Ou melhor, que a guitarra é o elemento da banda que torna suas músicas agitadas, na pegada do rock n' roll \m/ Sinto informar que isso não é verdade... a guitarra pode servir como base, pode ser a introdução de uma canção, pode apenas acompanhar o vocal, pode criar riffs que grudam na cabeça, e não necessariamente tornar a música pesada ou agitada. Lifehouse é a prova disso. Se você der um play e ouvir BLIND, vai entender do que eu estou falando!
Você classificaria Blind como uma música pesada? Aposto que não. Pode não ser uma baladinha romântica dos anos 80, ou alguma musiqueta deprê que eu já tenha jogado no blog para vocês, mas também não tem nada alucinante na canção que a torne densa... E se vocês perceberam, tem MUITA guitarra na música. O tempo todo. Começa logo na introdução para nos colocar no pique da canção, em seguida nos serve de base durante os versos antes do refrão, entra com força na ponte e, claro, cresce na chegada do refrão trazendo vida pra melodia e nos encantando como o Lifehouse sabe muito bem fazer. Pra quem é viciado em solos, ainda tem um solinho distorcido muito gostoso de curtir...
A guitarra só descansa por alguns segundos, enquanto Jason Wade canta um dos refrões apenas na base do violão, uma característica herdada do movimento britpop que sempre traz um gostinho a mais na canção... Teta!

Como sempre gostam que eu fale sobre a história, dessa vez Jason conta sobre alguém que ele amou cegamente, mas que por algum motivo partiu e quebrou o coração do coitado. Há uma discussão que questiona se a pessoa que ele amou é uma garota ou seu pai, ou também se a pessoa o abandonou ou se teve que se mudar de país, por exemplo... mas para mim, isso tudo vira personagem secundário perto da belíssima melodia da canção, e claro, perto da guitarra de Blind, o protagonista dessa peça disparadamente.

--
ps: ontem eu e minha namorada linda completamos um ano de namoro! felicidades a nós! :)

17 comentários:

Kadu disse...

lifehouse e uma banda com sonoridade unica...parabens pelo blog, e claro parabens para voce e sua namorada

www.tecnicasvendas.blogspot.com

Nicelle Almeida disse...

Ahhh, Lifehouse é sem comentários! Poxaaa, seu post foi golpe baixo, viu? rerere Meeeu, ouvir essa banda passa um filme na cabeça e de fato, me fez chorar. Lembro mto do meu irmão, dos meus pais, da minha outra casa (em Recife - hoje moro em Santos)...portanto, a saudade é minha grande amiga, entendeu? hehehehe
Adorei o post e as informações que vc trouxe através dele.
Ah, aproveito para te parabenizar pelo 1 ano de namoro. Que lindooo! Eu estarei completando 1 ano tb, só que de casada, neste sábado...uhrruuu =) Tô preparando mil surpresinhas pro maridão hihihihihih segredooo! ;)
Fica com Deus, meu querido. Passa no meu blog? Está atualizado. Até a próxima! =)
www.nicellealmeida.blogspot.com

Rogerio disse...

parabens...pelo namoro...

essa banda tem varias musicas boas...

Cindy disse...

Gostei da música, não conhecia essa banda.
Interessante.
:D

Cindy Sabag disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cindy Sabag disse...

"Como sempre gostam que eu fale sobre a história..."
É tem que falar da história ué rsrs
Bem linda música,vi a tradução e tbm gostei.
Parabéns pelo blog

ARAÚJO disse...

MUITO MUITO MUITO OBRIGADA MESMO POR ESSAS PALAVRAS! É um gesto MUITO importante pra mim num momento como esse. Vai dar tudo certo, Gabriel, e suas energias contribuiram pra isso, MUITO OBRIGADA!

Que interessante fazer uma analise sobre a guitarra e os efeitos dela na musica, tem de se entender da banda e muito de musica, em especial de guitarras. E eu sei que de Lifehouse e musica vc entende com maestria!

Owwwn, parabéns pra sua namorada e pra você.
Com certeza ela é uma menina de sorte !
Felicidades pro casal (:

Karol disse...

Oii, muito obrigada pela visita! Fico muito feliz que tenha gostado do blog e que vá passar para seus amigos!
O seu também é muito interessante, adoro música e já estou seguindo!
abraços

Victor Von Serran disse...

gosto de lifehouse....

Tania Montandon disse...

Excelente gosto e legal fornecer um pouco sobre o diz a música que muitas vezes passa despercebido por distração com a melodia...

Love is in the air!
Parabéns pelo niver de namoro! Música e amor são tudo de bom!
beijo

Byers disse...

Ae locão,

essa banda é foda, pra mim que so gosta de coisas anos 70 pra baixo, é uma grata surpresa XD

o som tem muita atmosfera e prova tudo isso que vc digitou ae.

PSC: (post-scriptum comentarium) parabens pro casal ae, felicidades e muitos muitos anos mais e tudo o mais e mais e mais, mais. mais o quê eu não sei. rs

flw locão.

Sandro Batista disse...

Oi Gabriel,

Primeiro parabenizar pelo belo espaço, e pela sua dedicação à música!

Sobre o que perguntou no meu blog, todos os textos, poemas, enfim, são de minha autoria. O que não é meu, vem acompanhado de aspas e/ou nome dos autores. No caso do texto que vc comentou, o poema é meu, e na sequência, vem uma composição belissima do Paulo César Pinheiro, chamado "Nomes de Favelas". Um samba na voz de Lecy Brandão, que traz uma forte crítica social.

Grande abraço e obrigado pela visita!

http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

Kell Alves disse...

Legal a proposta do teu blog.
Axei o post muito informativo tb.
Ah, parabéns ao casal. Futuro para vcs!

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Já amei! O som gostoso de ouvir!
Não conhecia a banda não -ou já não lembrava...mais provavel essa- mas com certeza vou baixar essa musica AGORA!
Como sempre teu blog ta d+!
Beijos!

Blog do Sybão! disse...

Gosto de pouquíssimas músicas do lifehouse. Concordo com você quando disse que a guitarra não é só para isso e aquilo, mas, para mim, ela está em sua utilidade integral quando despeja um peso na música!

abração!

Digho disse...

Gosto muito das músicas do Lifehouse.You and Me é a melhor.Parabéns pelo Blog

namorada! disse...

impossivel não lembrar de vc cantando essa música pra mim...
my love for you is blind!

vc arrasa sempre!
te amo

Postar um comentário