terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Athlete - Tourist


Ahá! Aqui estou eu falando uma vez mais de um dos meus álbuns favoritos de todos os tempos! Quem me acompanha aqui pelo blog sabe que fico entre Transatlanticism (do Death Cab for Cutie) e Tourist (do Athlete). Adivinhem de qual falarei hoje? Okay... a resposta está no título do post, o qual vocês já leram... ¬¬
Então vamos parar de enrolação e vamos falar sobre a música que dá nome ao cd dos britânicos do Athlete!

O que me encanta nas músicas desse álbum do Athlete é que quase todas elas são muito naturais... e não quero dizer com isso que convidaram índios para fazer um bico nas canções, ou que as tocaram com instrumentos primitivos, ou ainda que o cd está repleto de sons de cachoeira, sabiás, etc! Meu ponto é... quando você ouve qualquer música desse álbum pela primeira vez é como se você já tivesse as ouvido antes! Não é como se eles tivessem plagiado algo; mas parece que a música vai se completando na sua cabeça exatamente como ela foi composta, a percussão entra na hora que você imagina que vai entrar, o refrão se repete no momento exato que você precisa cantá-lo... É tudo natural!

A canção Tourist deu nome ao álbum talvez porque seja uma palavra bonita e de impacto, TURISTA, mas gosto de pensar que eles escolheram exatamente aquela música que representa o cd como um todo. Ouçam a música, e vejam se o que descrevi não acontece com precisão!

Quanto a letra, é engraçado dizer, mas passei pela situação dita na música a poucos dias! Aparentemente temos a história de um rapaz que viaja para algum lugar (no caso, à Europa), e percebe que sem a pessoa que ele gosta ao lado dele a viagem se tornou ruim. A música é repleta de frases simples de efeito, como "eu não sou nada sem você", ou no refrão "sinto que nada pode nos quebrar", ou ainda "só quero estar com você, meu amor" - que é repetida diversas vezes no fim da canção, e fica grudada na sua cabeça!
Há quem diga que "turista" seja como o rapaz se sente no seu relacionamento, mas não há nada na música que sustente isso, em minha opinião. No final, inclusive ele diz que os dois não podem se salvar se ficarem sozinhos ou conectados apenas por um celular! Típica situação que vivi, com a diferença que - ao contrário da letra onde o rapaz passa um tempo de turista - minha namorada que acabou viajando. Mas garanto que o sentimento de saudade é universal, eu sei disso, você sabe, e o Athlete também sabe, afinal, criou essa linda música sobre saudade, resumindo bem os sentimentos que crescem na gente quando estamos longe de quem gostamos.
We cannot save ourselves alone.

______________
ps: dado pessoal aleatório: passei na faculdade!! \o/ sei que tinha gente que sabia da minha situação (hard) de vestibulando, acho que ficarão felizes em saber que sou o mais novo estudante da Unesp! ;)

10 comentários:

Igor disse...

Ahh, Athlete. Você falou tudo, cara, qdo disse que o álbum é natural. Talvez exatamente por isso que eu virei fã da banda tão rápido. Tourist realmente é incrível, marcou mto a banda nas composições melancólicas, principalmente. O engraçado é que a música-título do álbum é a menos legal do cd pra mim hehehe. Super recomendo Street Map e Wires pra quem ainda não conhece o álbum

Rúvila Magalhães disse...

Lindo <3
Eu eu fiquei na situação do vocalista, foi tudo tão sem graça sem você do meu ladinho!

No meu Dvd do Jack Johnson ele fala que tenta fazer uma música o mais natural possível, e é bem isso de Tourist, naturalidade <3

Adorei!!

beijos,
te amo!

Viviane França disse...

Passando só para avisar que te add lá no last.fm hahaha

Ah, e para parabenizar, claro, pela conquista!! Valeu o esforço hein?! Acho que todos os leitores do blog "acompanhavam" um pouco a sua louca rotina hehehe Parabéns!!

Tati disse...

Gabriel, como sempre me apresentando bons sons!
E obrigada pelo comentário no DE ANALGÉSICOS & OPIOIDES, o elogio e que bom que gostou da minha mixtape "Aconteceu em 2011". A escuto sempre... beijos =)

Vanessa Ponzoni disse...

Nao conhecia essa banda...gostei do som.

Shelhass disse...

Esse cd é maravilhoso. Nossa faz tanto tempo que não ouço Athlete... mas eu lembro bem dessa música. Era minha salvação nas aula de IED! (=B)

No entanto, posso ser sincera? Prefiro mais Wires.

*http://midiaholics.blogspot.com/

Shelhass disse...

ARGHH! Só te conto que vida de universitário não é tão hard quando de vestibulando, mas é mais phoda!

*GoodLuck!
PS:Se me disseres que nunca ouvistes falar do Iorc, vou te zoar pacas.

Deyse disse...

Incrível! Como eu não conhecia antes?
Que banda mais linda!
Também, fala sério, britânicos são tudo de bom! Tudo que vem de lá é incrível!

Vou ouvir muito Athlete nos próximos dias!

Ricardo Araujo disse...

Grande Gabrielç

Que bom que você conseguiu entrar ns Unesp, rapaz, nada como ter um esforço compensado, não é mesmo? Parabens

Preciso também dizer que o que mais gostei dessa música foi quando ela muda um pouco de ritmo, com uma batida ao fundo de hip hop dos anos 90, achei demais! A letra também é demais

Abraços

Heitor Falcão disse...

Legal a dica, eu não conjecia Athlete, vou escutar. Parabéns pelo vestibular cara, a concorrência é fogo, boa sorte na faculdade.

Postar um comentário