quarta-feira, 7 de abril de 2010

The Radio Dept. - I'ts Personal


Estou chegando aproximadamente no décimo quinto post do blog e noto que, veja que blasfêmia, não falei sobre nenhuma música instrumental ainda! :O

Vejo (ou melhor, ouço) a música instrumental como poesia pura: você tem o poder de dar a ela o significado que bem entender; mesmo que o autor tenha pensado em fogo, você pode ouvi-la como água! Às vezes as músicas instrumentais são mais sentimentalistas que músicas com letra... Elas permitem que você preste atenção em cada instrumento, em cada acorde, em cada troca de nota de um teclado, e com isso permitem que você se entregue com mais emoção ao som.
Músicas instrumentais são perfeitas para uma trilha sonora, não necessariamente de um filme, mas quem sabe a SUA trilha sonora. Sabe quando você está com seu mp3 voltando pra casa, o tempo escurece, a chuva começa a cair pesada, e você nota que está sem guarda chuva? Você pode se esconder na lanchonete do tio juca ou muito melhor, pode correr pela chuva que nem louco enquanto aumenta o volume da música que está ouvindo até o máximo, ignorando a gripe que irá contrair, mas aproveitando ao máximo seu momento cinematográfico! E é nessa hora que a música instrumental se mostra perfeita... é a hora que você sente a liberdade que a canção te dá por não ter uma letra. Não importa com qual intenção ela foi feita, aquela música significa sair correndo insanamente na chuva!
Para representar toda essa sociedade de músicas instrumentais, apresento-lhes THE RADIO DEPT.! Não é uma daquelas bandas que só produz canções sem vocal, e sim uma banda de shoegaze (pra quem conhece, do mesmo estilo de 'My Bloody Valentine' e 'The Jesus and Mary Chain'). Escolhi a música IT'S PERSONAL que é, por acaso, minha música instrumental favorita, e claro que não tentarei dizer o significado que vejo nela pra mim, para permitir a vocês, queridões, tirarem o seu próprio significado dela. :)
Sinta o clima da canção, sinta como cada instrumento e cada melodia entram em um determinado momento da música, sinta a composição final, deixe-se levar por Radio Dept. e toda a magia das canções instrumentais, um dia It's Personal pode ser a trilha de algum momento inesquecível de sua vida!

18 comentários:

Rúvila Magalhães disse...

Eu não sou tão fã dessa música, pra falar a verdade é a q eu menos gostei do cd que vocÊ gravou, o december album, mas ela funciona bem em dias de chuva.

eu te amo <3
beijos

Ítalo Richard disse...

É, de fato essa música nos permite, permite usá-la como moldura para algum momento de nossa vida. O que chama atenção, é a forma como ela vai crescendo e ganhando forma. A primeira coisa que pensei foi em um encontro, sabe aquele suspense de quando você não vê aquelea pessoa há tempos? E depois vc abraça longamente e começa a roda-la parecendo um bobo? Pois é...Essa canção me lembra isso.

Canções instrumentais são sempre bem vindas!

Abraço!

Daniel Silva disse...

pô, Gabriel. que irada essa música. não conhecia a banda e curti muito. música instrumental é bom demais. eu curto mais é de guitarrista mesmo, aquelas coisas bem virtuose.

mas essa aí me ganhou na simplicidade. valeu o post.

-Tri disse...

Não conhecia mas curti! Adorei o blog!

Tia Paula disse...

Olha, não gostei da música. Mas admito que teu post me despertou a curiosidade para ouvi-la. Blog bacana.
É bom ter trilhas sonoras para momentos especiais, eu já tenho umas trocentas esperando que as coisas aconteçam.

Abraços!

[ pauleeeira.blogspot.com ]

Cíntia L. Freitas disse...

Agora to pensando aqui com os meus botoes se eu tenho uma musica instrumental favorita... Interessante. Essa que vc postou eh legal, me faz pensar em sonhos, não sei pq.

Luciana disse...

Olá, tude bem? então tenho um blog geral ... que tbm falo bastante sobre musicas... achei o seu blog por ae e estou seguindo já:) adorei os post's e sempre passarei por aqui.
indo o meu pra vc tbm ;)
www.befree.fashionblog.com.br
Um beijo e sucesso .

Tatiana disse...

Nossa, adorei essa musica..
eu tb adoro música instrumental.. eu acho que vc falou a palavra chave que dá toda mágia a esse tipo de música: a sensação de liberdade absoluta. É uma música que liberta, que despoja vc completamente de tudo que se formou socialmente e te coloca completamente nu diante do mundo, exatamente como vc é. Adoro as do Kenny G, e muitas das musicas "faladas" que eu gosto, são predileitas as que possuem um instrumental legal.. aquelas que tem um momento que faz aquele solo instrumental sabe..
Eu tb sempre me iagino correndo, livre.. nossa, é uma viagem libertadora o que ela te proporciona.
demais seu post.

Obrigada por ter retribuido a visita.
;)

Guilherme Lombardi disse...

radio dept. já foi bem melhor!

Wander Veroni disse...

Olá! Tb sou fã de música instrumental, pois ela nos permitir viajar nos mais diversos significados e sensações. Excelente dica!

Abraço

Fábio disse...

Concordo perfeitamente. A musica intrumental é para ser sentida. A forma que ela é sentimentalmente abrangente me inebria , o seu estado de espirito o leva mais...as vezes você sente co-autor.

Anônimo disse...

Visitando o amigo.Gabriel,primeiro obrigado pelos comentários lá no Oficina.Cara, vou te linkar,pelo seguinte,não vou cair na mesmice de dizer que são poucos os blogs interessantes,por que não são.Vamos conhecendo a medida que o tempo e a sorte nos colocam em contato.Esse teu mais especificamente,tem uma coisa que eu acho fundamental para sobressair na blogosfera:personalidade própria.Pode até ter influências(não sei,só estou chutando),mesmo assim se diferencia.Tua visão sobre o universo alternativo da música é de quem conhece,embora não seja minha praia,que sou um velho fã do rock clássico,basicamente,Stones,Led,Doors,Velvet Underground e outros inúmeros,na última postagem arriscai e coloquei de trilha Joe Satriani.Acho que ficou bom.Acho esse ritmo um pouco lento,para mim pelos menos.Parabéns e voltarei,com certeza.

EM CARNE VIVA VIII

http://oficinamissoes.blogspot.com/

Naya Rangel disse...

Não conhecia a música, mas ela é bem bonita! Me transmitiu liberdade ... Gosto muito de músicas nesse estilo, mas acho que minha preferia é Requiem for a Dream!

Abraços!

Choca-Colas disse...

Adoooooooro música instrumental *o*
E fico muito feliz em achar mais alguém que goste! ><"

Gostei MUITO MUITO MUITO do seu blog.
VOu seguir com certeza!!!

Hanging by a moment de lifehouse... eu também curto MUITO ><"

AAHH
/surtando.

Parabéns pelo blog! ^^
:*

http://choca-colas.blogspot.com/

Sharisflips disse...

não gosto desse tipo de musica '-'.

Marcela disse...

Olá,

certamente assim como bem argumentou, o gênero instrumental acaba liberando interpretações, deixando o individuo que ouve livre para elas...

Eu diria que isto é música para meus ouvidos!

http://memoriaspsicodelicas.blogspot.com

karinacasola disse...

Tem uma versão dessa música instrumental(piano) no filme, "sempre ao seu lado" que estava estes tempos no cinema (acho que em dezembro/09)...
Mas sobre a música,
Eu sinto uma coisa tão humana... ela parece combinar o caos e a ordem, a alegria e a tristeza, todas as nossas incertezas, do hades ao olimpo.
É claro que toda a interpretação feita, é apenas uma faceta dessa melodia. talvez por isso que a música instrumental tenha mais durabilidade.


http://balalaico.blogspot.com/

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Não escuto muito.. mas as vezes uma versão instrumental de uma musica acaba sendo melhor do que a original..

essa é interessante.. mas não faz o meu gosto musical..
Mas é um otimo post! parabens e continue assim!

Postar um comentário