sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Radiohead - No Surprises


No alarms. No surprises. Please.

Já faz um ano mais ou menos que eu escrevi sobre Karma Police do Radiohead, e disparadamente foi o texto que mais rendeu visitas ao blog. Segundo o Google Analytics, foram aproximadamente 490 visitas vindas do google por palavras chaves como "interpretação Karma Police", "comentários acerca de Karma Police", "karma police crítica". Isso me deixa um pouco tenso para falar de novo sobre as composições de Thom Yorke e sua banda, criou-se uma responsabilidade, ainda mais se eu for falar de um outro clássico da banda, a linda NO SURPRISES.
O que dizer sobre uma música onde a primeira frase é "Um coração que se encheu como um aterro sanitário"? Impactante? Bem, como já dito no blog, o album OK COMPUTER surgiu no cenário da música para impactar mesmo, para destruir os poderosos, para chocar os submissos. Eu não sei qual é a relação das pessoas ao ouvir uma frase desse tipo, mas será que ninguém se mobiliza para rever aonde está levando a sua vida? Seu coração está se enchendo de amor (o necessário) ou de lixo - como um aterro sanitário?
"Um trabalho que te mata lentamente", "Um machucado que nunca cicatriza", "Um aperto de mão no monóxido de carbono". Essas frases são apenas exemplos do que corre dentro da canção, e todas elas tentam lutar contra uma só situação: o conformismo. E seguindo o conceito do album, um conformismo com as atitudes do governo, é claro. Nessa canção é até dito claramente "Derrube o governo, eles não falam pela gente!", algo até inesperado de uma banda repleta de simbolismos e metáforas. O que o governo pede está no refrão da canção, a famosa frase "Sem alarmes e sem surpresas, por favor", e obedientemente, a população dá a sua resposta: "Silêncio. Silêncio." A vida é um caos, existem pessoas pisando na gente, mas estamos conformados. Silêncio.

Essa análise pode até parecer agressiva, mas no fundo, é isso o que o Radiohead nos propoem. E mais do que isso, dentro da arte musical. Para demonstrar agressividade eles não precisam de guitarras destruidoras, de visuais revoltados, de uma música barulhenta. Se você ouvir No Surprises vai se deparar com uma melodia calma, com toques que se assemelham a uma canção de ninar, um embalo relaxante e um piano sedativo (quem disser que nunca ouviu o riff de piano dessa música deve estar enganado, aliás). E essa calmaria dentro da canção misturada a sua letra caótica inverte os sentidos, inverte os signos, inverte nossa cabeça. Afinal, No Surprises mostra que a calmaria não vem depois da tempestade, pois vivemos em um mundo onde tentamos ficar calmos durante a tempestade.

--
*um feliz ano novo para todos! :)

17 comentários:

semsabor disse...

Acho que á válido comentar do clipe também,que completa e interpreta a letra de forma simples delicada , incrivel e até agoniante.
"No surprise" é uma bela canção,escuto sempre,e é muito legal você postar ela logo hoje dia 31 de dezembro,é uma bela mensagem pra quem entrar aqui hoje sobre não se conformar.

FabioZen disse...

Radiohead se revelou o profeta do apocalipse anunciando a chegada do computador ao rock,mas para alegria geral fez isso com muita delicadeza.
Abrç e ótimo 2011!

Tati disse...

Esta primeira visita de 2011 é para agradecer a gentileza e delicadeza que vocês tiveram ao ler o De Analgésicos & Opioides por todo esse tempo. E como em breve o blog tomará um novo rumo literário, gostaria de prestigiar todos aqueles que o seguiram quando ainda era apenas algo pequeno na blogsofera. Embora eu ainda não possa contar os detalhes, gostaria de pedir que vcs deixassem um email de contato fácil no De Analgésicos & Opioides. Quero poder prestigiá-los em breve com coisas bacanas e versos sempre livres!

P,S.: como sempre, isso aqui me faz sorrir com tanta música boa. Um dos melhores episódios da minha vida foi o show do Radiohead aqui em Sampa, no ano passado. Eles não tocaram No Surprises, mas o show foi tão lindo, tão emocionante, que valeu cada segundo!

E mais uma vez, obrigada pelo carinho lá no De Analgésicos & Opioides.

Abraços. E que absurdemos 2011! Tati

Gu Paiva disse...

Não sou super fã, mas tenho alguma coisa aqui no PC. Muito bom!

Rúvila Magalhães disse...

Amoor!!
Ando ouvindo muito Radiohead por influencia sua, como voce sabe. Também como voce sabe No Suprises é uma das minhas músicas favoritas deles e talvez o um dos principais impulsos que me levaram a criar uma paixonite pela banda e ler o que voce escreveu aqui sobre uma das minhas favoritas me deixou muuuuuuito feliz, sério, adorei ler sobre No suprises, só aumentou minha paixonite pela música e pela banda!
Obrigada!
Beijos

Preguiça alheia disse...

Bela escolha pela musica e pela banda! Gosto muito de Radio Head!

Abraço,
P.A.

Nathy disse...

oieee
passei para conhecer seu blog e te convido para conhecer o meu!
estou te seguindo!
nathy nathy
www.nathybook.blogspot.com

Ninà disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ninà disse...

Você acabou de me presentear!
Essa música passou no House, num episodio da 6ª temporada, e eu não sabia de quem era.

Agora sei!

Obrigada!

CAMILA DE ARAUJO disse...

AMOOOOOOOOOOO esse clipe! AAAAAAAAAAAAAAMO essa música! Sinceramente é uma das poucas coisas do radiohead que eu curto, não tenho mta paciencia pra ouvir, exceto Creep nos momentos revolts né xD

Pesquisando e garimpando pela net, descubro que tem muita coisa boa sendo feita no Brasil, porém que não são divulgadas. As bandas que se destacam aqui no Rio e além do estado, ganhando audiencia em programas da TV aberta por exemplo, acabam sempre falando das mesmas coisas; praia...açaí...surf...curtição...Acredito que façam sucesso pela mídia pq são as pessoas acreditam que isso se resume ao Rj, mas não é só isso.

Sei sim, só que Resende é beeeeem longe da onde eu moro. Resende é ainda mais perto de SP.

Obrigada Gabriel pelos parabéns *-*
Isso é mto importante pra mim já que ouvi coisas horriveis do meu irmão desde que comecei a trabalhar com ele ):


TUDO DE MELHOR EM 2011 PRA VOCÊ!
VOCÊ MERECE!

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Morena disse...

Adorei o blog. As músicas e comentários são ótimos!

Beijos!

Francisco Saldanha disse...

rapaz.. Radiohead é de longe minha banda Inglesa preferida..como não lembrar do Gênial cd Ok Computer. e esta música marcou muito uma fase da minha vida..ótima análise da música..valeu

www.pospretudo.blogspot.com

Bruna Peres disse...

"No alarms and no surprises, please..."

Essa música é excelente!

musicpris disse...

linda melodia, e o seu texto é do baralho :), procurei um clip q eu quisesse escutar experimentei varios ate chegar a este, vou escutar essa musica de novo vlw bjs

Davi disse...

eu usualmente não posto nos blogs, mas esse post foi muito bom!
parabens pelo excelente blog! :D

Laryssa Gasparini disse...

Amei sua análise 😍

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário