quarta-feira, 12 de maio de 2010

The Kooks - Sway


Depois de passar por algumas músicas experimentais, músicas atmosféricas e músicas alienígenas, voltamos à nossa programação normal, com um sonzinho indie básico - e bem romântico, diga-se de passagem - pra envolver um pouco mais os apaixonados e a galera mais sensível que acompanha o blog.
E quando eu penso em algo indie-básico, logo brota um The Kooks na minha cabeça. Serei bem sincero ao dizer que não é do feitio deles produzir baladinhas e canções mais calmas no geral. Salvo alguns "GAP" da vida, podemos claramente notar que a pegada deles é algo mais folk e alegre. No entanto, quando eles resolvem mandar uma música romântica você tem que se preparar... eles são monstruosos!
SWAY é o tipo de canção que faz com que você diga "esses caras são ótimos" sem precisar ouvir outras produções da banda. É claro que pra quem ama esse universo musical, é até um pecado julgar uma banda por uma única faixa, seja ela ruim ou excelente (como no caso de Sway). Porém, é um mérito e tanto para o artista ter uma canção que instigue a curiosidade de quem a ouve, com a finalidade que busquem mais material da banda.
E esse é meu objetivo nesse post de hoje. Deixá-los curiosos e sedentos por mais material do The Kooks, pois vale muito a pena!
Preenchendo a cota básica do post, vamos para aquele momento onde eu tento descrever o som pra vocês, ou o que me encanta nele. A letra é simples, mas naquele estilo que gruda; você pode passar um bom tempo da sua vida com o refrão na cabeça "cause I need your sway, because you always pay for it", principalmente com os "and I, and I..." do senhor Luke Pritchard, o vocalista feio da banda. Mas, de longe, o melhor da música está no solo de guitarra. Li em algum lugar, talvez no encarte do album KONK deles, que Hugh disse que estava em um momento de inspiração excepcional no momento que criou aquele solo. E qualquer admirador da boa música há de concordar que ele provavelmente estava vivendo esse momento mesmo, pois ele criou um clima épico com a guitarra. Preciso lembrar que não é um solo pesado, se por acaso alguém relacionou as palavras "excepcional" e "épico" com aqueles bons solos de metais. Não. Pois um solo de guitarra pode ser algo mais calmo e muito bonito também, que te envolve, que te transporta, que arrepia qualquer um.
Ficou curioso para ouvir mais canções do The Kooks? Espero que sim, assim posso dizer que meu objetivo foi cumprido :)

20 comentários:

Cristiano Contreiras disse...

Conheço pouco! boa dica!

ah, conheci teu blog por acaso, através de outro!

abração e também apareça mais!
se quiser, me siga, até!

Luciana disse...

Chega de falar de comentários, pq senão os nossos comentarios ficarão em torno disso, risos.
Mais me deixe com a ultima palavra vc é muito bom noque faz. kkk.
AAAA então confessando algumas coisas quando eu li o nome da musica "Sway" pensei comigo ...
Balanço, tem haver com a parada romantica? poise decidir ler a letra ...
Quando por passada de olho vi a parada Revolucionario no meio, eu faaalei a não dessa vez o Gabriel vacilou colocou uma coisa total discordando doq ele começa contando ...
Sensivéis nao falam em revolução... Torço pra que eu não esteja falando bobagens ...
prosseguindo.

Continuo lendo a letra e começo a ver que nunca acharei coisas erradas por aqui que saco heim . rs
Ela é maravilhosa, simples porem se vc entende a cabeça do cara, ou vc se colocar no meio da musica as pessoas que leem esse comentario irão entender oq que tento expressar, e lendo o trecho ...
"Eu sei que você nunca teve intenção, mas fez," ... me bate uma imensa vontade de chorar ... e consequentemente coomo um capitalismo selvagem eu sigo oq manda o texto ao pé da letra .. fico com o refrão na cabeça e escuto a musica por mais de 4 vezes .
E nesse tal solo me lembro dos tempos antigos em que um certo alguém não teve a intenção mais fez.
Beeeijo e até.

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Adorei!!e realmente aquela musica que fica na cabeça... esperando pra marcar aquele momento...
Concordo contigo sbre esse negócio de classificar o talento de uma banda por causa de 1 musica apenas... mas infelizmente esse tipo de coisa é mais comun do que se imagina...
Excelente post!

Gubenar disse...

Conheci The Kooks esses dias! Achei bem legal o som deles! Inclusive fiquei de pesquisar um pouco mais sobre a banda pra conhecer mais! Muito legal o seu blog! E obrigado pelo comentário lá no Tédio Online!
Abraço! Quando puder, entra lá! tá tendo posts todos os dias! E não esquece que segunda vai ter matéria sobre o single de Nightmare!

isa m. ~ kah disse...

ADORO The Kooks, fiquei muito feliz de ver um comentário seu sobre Sway, que é mesmo uma música foda \o/
Adorei o blog =) conheci através de outro, haha!
Muito bom post *-* todo mundo vai ouvir kooks agora, yeah.

FabioZen disse...

Curti.Boa levada e um vocalista com voz marcante,que é na minha opinião,meio caminho para o sucesso de uma banda.Abrç!

Cheiro bom!
http://pimentazen.blogspot.com/2010/05/cheiro-bom.html

Daniel Silva disse...

oi, Gabriel. nunca tinha ouvido o kooks. já li em diversos lugares, mas nunca dei bola. como você escreveu sobre eles, decidi dar uma chance. até curto uma ou outra coisa de indie... tenho a cabeça aberta e ouço diversos tipos de estilos musicais, como você bem sabe.

achei legalzinho.. a voz dele também me lembrou o rivers cuomo.. pouca coisa, não acha? abraço

ALIMAC disse...

Adoro The Kooks, há um tempo que não escuto. Esse post me deu vontade de voltar a escutar. A proposito coloquei seu blog no meu blogroll entre os quais eu indico (:

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Niemi Hyyrynen disse...

Hey! ^^

ahn, não sei, eu acho que em algumas partes eles pareceram maroon five, mas a banda é legalzinha...
rs mas leva meu troféu de mais "chatinha" do blog.

mas eu tenho que reconhecer que o rapaz que canta é sincero, parece que quando ele fala da parte realmente "deprê" da música, parece que as suas cordas vocais estão querendo dar um nó, acho que ele vai chorar.... =/

eu gostaria que alguem chorasse por mim...não pq eu gosto de ver alguem sofrer mas de saber que alguem me ama.

tonto né? mas sincero....

Niemi.

FabioZen disse...

Gabriel,respondendo tua indagação,o último e tarantiano conto,foi uma produção em conjunto,com mais dois doidos,um daqui de Santo Angelo,fã daqueles escritores beats e o outro um policial meu amigo de infância.A proposta era criar contos sob pontos de vista diferentes.Te sugiro ir lá no blog e ler "Machado,lona e alvejante..." que acho muito,mas muito bom mesmo.Bem estilo Tarantino mesmo,com muitos palavrões,safadeza e sanguinolência.Pena que o blog foi tiro curto.Criamos até um alter ego coletivo, chamado Dr Walzemhut,somatório de nossos apelidos na comunidade do Orkut Biblioteca de Santo Angelo,onde discutimos cultura,musica e cinema.
Tai o link dessa viagem.

http://totolunatico.blogspot.com/2009/11/machadolonaalvejantecrimes-de.html

Ruvis disse...

Amoor!
você precisa me avisar quando posta alguma coisa no blog porque tá tão dificil de entrar na internet...
Essa música é tããõ especial, né? foi uma das que gravamos no cd um do outro, prova de o quanto somos parecidos hahahah and i need your sway!

te amo.
beijos

Érica disse...

Olá, eu nunca tinha prestado muita atenção em The Kooks, mas vi o vídeo que você postou e confesso que gostei, de verdade. O que mais gostei, no entanto, foi a forma como você comenta a canção, seu estilo de escrever... você o faz muito bem. Seu blog é interessante, com um bonito visual e post bem escritos.

PS.: 18 de maio foi instituído em 2000 o Dia de Luta contra o abuso e violência feita a crianças e adolescentes, também é Dia de luta antimanicomial.
Obrigada pela visita!
http://alma-feminina.blogspot.com/

War Inside My Head disse...

Confesso que não conhecia, mas vou prcurar escutar pra tirar minhas conclusões!

edaum disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jeh Pagliai disse...

Gostei bastante da música...

Bem leve, chega a ser até calmante...rs

Beijinhos

---
www.jehjeh.com

Juliana disse...

sway... é, não dá pra descrever essa música.
incrível como o luke consegue dar TANTA emoção à ela. e bem lembrado: o solo de guitarra só deixa melhor ainda. mesmo que tenha vezes em que não suporte nem olhar seu nome e outras que não consiga parar de escutá-la, ou que tenham mais mil motivos por trás disso tudo, continua sendo minha música preferida deles (empatada com gap), e nada conseguiu mudar (e espero nunca conseguir) até agora a imensa fascinação que eu tenho por ela.

Julia disse...

"do senhor Luke Pritchard, o vocalista feio da banda." COMO ASSIM POZZI, PODE REVENDO ESSE SEU GOSTO POR HOMENS OKKKKK PQ O LUKE (DEPOIS DO ALEX) É O FEIO MAIS GATO DO MUNDO DA MUSICA
HAHAHAHAHAHHAH meu, vc faz esses post de the kooks e eu nem vou comentar pq se não meu comentário vai ser enorme e já tá grande! Mas enfim, minha música preferida AINDA é Seaside, como sempre. hahahaha :)

bom, que seu blog cresça bastante pq ele é muito bom! :D bjs;

Anônimo disse...

This will astonish you!
It`s in the interest of as all!

ZEITGEIST: ADDENDUM

Money as debt


HydrogenCar

project camelot magnetic motor

Electrolyzed water

Soladey eco

Bio washball

Solar Air Conditioning

AMAZING!!

OZONATED WATER: CURE ANYTHING!

http://www.stoptherobbery.com/

Monatomic Gold

Dangerous

EXITOTOXINS

Monosodium glutamate (MSG)
Aluninum
Aspartame
Mercury


IMPORTANT TO WATCH

Flouride in water

ederDBZ disse...

Não conhecia a banda, mas irei procurar mais sobre ela...

uma excelente dica, tem um quê de Nickelback (posso estar redondamente enganado, mas foi o que me pareceu)

CAMYS disse...

ADORO ADORO essa musica! The Kooks é SENSACIONAL!

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Postar um comentário